Guia de Compras Celulose e Papel

logo_abtcp.png

Publicação
A International Paper (NYSE: IP) informou hoje os resultados líquidos do segundo trimestre de 2017 atribuíveis à International Paper totalizando US$ 80 milhões (US$ 0,19 por ação) em comparação com os resultados líquidos de US$ 209 milhões (US$ 0,50 por ação) para o primeiro trimestre de 2017 e os resultados líquidos de US$ 40 milhões (US$ 0,10 por ação) no segundo trimestre de 2016. Os montantes em todos os períodos incluem a influência de itens especiais, se houver, despesas não operacionais com planos de pensão e operações descontinuadas.
 
Os Resultados Operacionais Ajustados (non-GAAP) são definidos como resultados líquidos a partir das operações continuadas atribuíveis à Empresa International Paper (GAAP) excluindo itens especiais e despesas com pensão não operacionais. A gestão usa essa medida para se concentrar nas operações em andamento e acredita que ela seja útil para os investidores por possibilitar comparações significativas dos resultados operacionais do passado e do presente. As despesas com pensão não operacionais do segundo trimestre de 2016 incluíram um encargo antes da dedução de impostos de US$ 439 milhões (US$ 270 milhões após a dedução de impostos ou US$ 0,65 por ação) devido a um encargo de contabilidade dos acordos associados com os pagamentos baseado em uma aquisição de pagamento único consumada a prazo.

Os resultados operacionais ajustados do segundo trimestre de 2017 totalizaram US$ 270 milhões (US$ 0,65 por ação) em comparação com US$ 249 milhões (US$ 0,60 por ação) no primeiro trimestre de 2017 e US$ 379 milhões (US$ 0,92 por ação) no segundo trimestre de 2016.
As vendas líquidas trimestrais foram de US$ 5,8 bilhões no segundo trimestre de 2017 em comparação com US$ 5,5 bilhões no primeiro trimestre de 2017 e US$ 5,3 bilhões no segundo trimestre de 2016. O aumento da receita ano a ano se deu principalmente devido ao negócio de celulose que foi adquirido no final de 2016.

Os lucros operacionais do segmento de negócios no segundo trimestre de 2017 foram de US$ 129 milhões em comparação com US$ 428 milhões no primeiro trimestre de 2017 e US$ 627 milhões no segundo trimestre de 2016. O segundo trimestre de 2017 inclui a influência do acordo dos Produtos Kleen.
O caixa proporcionado pelas operações foi de US$ 645 milhões no segundo trimestre de 2017 e US$ 605 milhões no segundo trimestre de 2016. O fluxo de caixa livre (non-GAAP) foi de US$ 355 milhões para o segundo trimestre de 2017 e US$ 527 milhões no segundo trimestre de 2016.
 
“Os resultados sólidos do segundo trimestre foram sustentados pela generosa demanda ao nosso negócio norte-americano de Embalagens Industriais e pelo recorde de vendas de celulose Fluff que foram, por parte, compensados pelos custos com aparas, sendo estes mais altos do que o esperado”, afirma Mark Sutton, Presidente e CEO. “Olhando para o futuro, vemos o aumento das margens associado à concretização de nosso aumento de preços já anunciado, a aquisição de sinergias e as despesas bem mais baixas com paradas, conduzindo a empresa a um segundo semestre bastante forte e colocando a IP no caminho para alcançar nossa meta anual de resultados.”

Fonte: International Paper

 

Esta publicação fala sobre
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Sobre o site

Este projeto digital foi concebido para proporcionar a você uma nova experiência de leitura dentro do setor de celulose e papel. Produtos são sugeridos nas diversas telas de forma aleatória ou conforme o tipo de busca. Visite o Guia e experimente!

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da ABTCP - Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

Entre em contato com a ABTCP, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

GUIA DE COMPRAS CELULOSE E PAPEL logo_abtcp_footer.png

Guia de Compras | ABTCP | 2011 Todos os direitos reservados